domingo, 24 de maio de 2009

Evolução

Não sei onde vamos chegar.
Haverá um limite?
Penso que não.
O próprio Universo é infinito.
Imagine os planetas que ainda estão por ser descobertos...
É o mesmo que imaginar, o quanto falta para o ser humano, conhecer de si mesmo.
As maiores descobertas já feitas até hoje, foram um grande passo para a evolução humana.
Mas se pensarmos, que usamos apenas 1 milésimo da capacidade criativa de nosso cérebro, essas criações extraordinárias, serão um grão de areia, no mar de descobertas que ainda poderemos conquistar.
Isso assusta, dá medo. Mas a instigante sensação de poder, a cada nova conquista, nos leva a querer sempre mais. Em ir cada vez mais longe e buscar o novo, o diferente, o impensável.
Somos uma infinita possibilidade de expansão.
Extravazamos as fronteiras do inimaginável, para alcançar a plenitude de um ser completo.
É isso!
Queremos ser completos.
Buscamos o preenchimento do vazio.
Somos atraidos pelo buraco negro do universo de nossas idéias.
E criamos a cada novo passo. Somos reverenciados ao tocar no sublime e
obtemos reconhecimento quando mostramos ao outro, a capacidade de se ir além.
E assim vamos caminhando lentamente, em busca de novas experiências,
novas conquistas e contribuindo para a construção de um mundo melhor
para si mesmo e, porque não dizer, para todos.
Uma nova estrada, levará sempre a descoberta de um novo lugar.